CONFIRA NOSSO

BLOG

ROUPAS

Emílio Pucci: o príncipe das estampas

28/06/2019
blog_int

Não só nos últimos verões, as estampas também vêm ganhando looks invernais. E se hoje elas têm cada vez mais espaço no mundo da moda e no guarda-roupa das fashionistas é porque muito antes de estarem à frente das melhores marcas do mundo alguém ditou-as como moda. E um dos nomes mais influentes quando o assunto é estampa é o do “príncipe das estampas”, Emílio Pucci.


O Marquês Emilio Pucci de Barsento, nascido em 1914, formou-se primeiramente em seu país natal, mas por ter uma excelente atuação como atleta da seleção Olímpica Italiana de esqui conquistou uma bolsa de estudos em Ciências Políticas na Reed College, nos Estados Unidos. E lá teve sua primeira inserção no mundo da moda, desenvolvendo os uniformes do time da própria universidade.


O design diferenciado dos uniformes fez com que Pucci levasse uma novidade para o mundo fashion a partir de sua unanimidade e estilo. E assim, teve a oportunidade de desenhar uma outra coleção de roupas de esqui para fazer parte de uma edição especial de inverno da revista Harper's Bazzar, em 1948.


Já em 1950, Pucci abriu sua maison, na ilha de Capri, onde vendia roupas masculinas e femininas. Pouco depois, o estilista passou a ser chamado de "Príncipe das Estampas" por conta de sua marca registrada: cores vibrantes e estampas exóticas, como as de “ameba”, que encantavam principalmente os jovens, e hoje fazem parte das inesquecíveis peças da marca. 


Em 1990, uma “explosão” de estampas Pucci surgiu quando, nada mais nada menos do que Madonna, no auge da fama, foi fotografada usando um vestido assinado por ele. A cantora, que sempre ditou moda (você pode ler sobre a influência de Madonna no mundo da moda aqui), deu ainda mais sucesso à marca. Depois da morte do estilista, em 1992, sua filha Laudomia Pucci assumiu o controle da grife. 


Calças afuniladas e capris, shorts, blusas de seda, vestidos incríveis e roupas casuais: tudo isso ganhou ainda mais vida, cores e até mesmo novos designs nas mãos de Emilio Pucci, marca sucesso até os dias atuais por meio da criatividade do jovem prodígio que surgiu em 1914.


Não bastasse tudo isso, Pucci contribuiu muito mais para o mundo da moda do que podemos pensar. Além de apresentar peças com suas estampas geométricas ultracoloridas, que viraram mania nos anos 60, também criou vários tecidos, como o jérsei de seda, patenteado por ele assim como o Emilioform, tecido composto por 45% de xantungue e 55% de nylon. 


Tudo o que foi fabricado pela marca ao longo de todos esses anos possui um imenso valor. E não é somente do financeiro que estamos falando, mas também de um valor histórico. As roupas da marca são procuradas por muitos colecionadores até hoje em brechós, pois além de valerem um preço muito alto, têm grande valor histórico por conta da trajetória do estilista. Ou seja: Pucci marcou o mundo da moda e hoje é inspiração para muitas pessoas. 


Quer ver mais curiosidades sobre o mundo da moda? Acesse nosso site. Lá você encontra também casacos incríveis para aproveitar o inverno com muito estilo e o melhor: com FRETE GRÁTIS!

CONFIRA MAIS

NOTÍCIAS

pessoanews

FIQUE POR DENTRO

NEWS

Cadastre-se para receber informativo com todas as nossas novidades e notícias sobre estilo e tendencia