CONFIRA NOSSO

BLOG

MUNDO DA MODA

Coronavírus e moda: o que as marcas estão fazendo nesta pandemia?

06/05/2020
blog_int

Digamos que nos últimos 4 meses muita coisa mudou no mundo inteiro. As fotos de looks do dia passaram a ser menos importantes. As tendências da estação se transformaram em travesseiros e cobertas. As passarelas do mundo fashion foram trocadas pelas prateleiras com álcool gel e máscaras. Os desfiles de moda passaram a ser no corredor entre o quarto e a sala. É, realmente, muita coisa mudou!


Devido ao novo Coronavírus e às recomendações para que se fique em casa e se saia só quando for realmente necessário - e assim, se utilizem as máscaras de proteção, o cenário de todo o mundo mudou. E o da moda também, afinal, esse momento de pandemia surgiu para que as marcas mudassem. Se reinventassem e refletissem em relação a tudo. Ao mundo!


O que é realmente importante? Quais são as novas tendências? Por que a moda precisou mudar e se readaptar a este cenário e ao seu mercado? Como as marcas puderam se reinventar e mostrar que realmente são importantes em um momento de desespero e medo? São perguntas que surgem a todo momento, mas que têm sim respostas! 


Vamos a elas? 


Moda: como se adaptar a este novo cenário de vida?


A palavra é exatamente esta: reinventar-se. Hoje, não são as semanas de moda, as passarelas com modelos que usam as roupas das marcas mais famosas do mundo ou as tendências que as it girls estão ditando que realmente importam. 


E quando falamos em se reinventar, as atitudes vão muito além: não é o fato de mudar participando de challengers e estando mais conectados nas redes sociais, muito menos postando fotos dos lookinhos do dia a dia para mostrar que você está ainda mais conectado nas casas das pessoas. Claro que essa ideia é superválida, uma vez que você estar conectado com outras pessoas torna você uma pessoa influenciadora, e que auxilia as pessoas em tempos de isolamento, com dicas, ideias, passo a passo, etc.


Mas se reinventar vai além. E diante disso, nós queremos saber: o que você está fazendo para reinventar-se neste cenário de pandemia no mundo da moda? Parece difícil, mas não é. Até podemos dizer que é meio óbvio: transforme a moda em um canal de tendências. A tendência de ajudar!


Para reinventar-se, é preciso se mostrar preocupado com o que está acontecendo. A nossa dica? AJUDE. De qualquer forma, mas ajude. Seja fazendo doações, criando projetos sociais, participando de ações sociais, utilizando as redes sociais e o poder da sua marca como meio de influenciar pessoas a fazerem o bem. 


É isso. Reinvente-se e adapte-se! Essa é a nova tendência do momento, e a gente garante que faz um bem danado.


Exemplos de marcas que estão fazendo a diferença em todo o mundo


Separamos aquelas marcas que são nossas inspirações e que incluíram a palavra “reinventar-se” em seus dicionários, tornando o mundo da moda ainda mais bem visto e admirado:


-> Colcci: em parceria com a Secretaria de Saúde de Itajaí, em Santa Catarina, a Colcci disponibilizou seu espaço e matéria-prima para a confecção de 100 mil máscaras que serão distribuídas em instituições e comunidades carentes de várias cidades.


-> Burberry: a marca está financiando a pesquisa de vacina que está acontecendo na Universidade de Oxford, além de ceder uma de suas fábricas para a produção de máscaras cirúrgicas e uniformes.


-> Chanel: doou 1.2 milhões de euros para um fundo de emergência do sistema hospitalar público da França, e anunciou os planos de começar a produção de máscaras.


-> Louis Vuitton: reformulou seus workshops para fazer máscaras faciais não cirúrgicas e tem centenas de artistas da marca de luxo se voluntariando.


-> Bottega Veneta: anunciou que vai patrocinar bolsas de estudos para ajudar nas pesquisas relacionadas ao Coronavírus na Itália.


Semanas de moda: uma era que chegou ao fim?


Não, ninguém anunciou que as semanas de moda vão acabar ou que chegaram ao fim. Mas o que se vê diante de todo esse cenário que estamos vivendo é exatamente o que citamos anteriormente: a reinvenção. Elas não vão acabar! Mas diante da pandemia, até mesmo as semanas de moda tiveram que ser adaptadas. 


A semana de moda de Londres, por exemplo, anunciou que sua próxima edição, que continua com programação para junho, vai ser apresentada digitalmente, com desfiles conjuntos de coleções masculinas e femininas. Os shows, que estão programados para acontecer em 12 de junho, serão abertos para a indústria e uma ampla gama de consumidores, com palestras, workshops e apresentações programadas. Tudo ONLINE!


Além dessa nova informação, a Saint Laurent também se reinventou: anunciou que não vai apresentar nenhuma coleção nas semanas de moda já agendadas pelo resto do ano. A marca, que normalmente se apresenta na Paris Fashion Week, vai lançar suas coleções no seu próprio ritmo, acompanhando as mudanças causadas pelo Coronavírus na indústria da moda. 


A Zara, marca queridinha das maiores fashionistas e que ocupa também os nossos corações por tudo o que representa no mundo da moda, também se adaptou ao novo momento: shootings remotos. Seu último editorial foi feito pelas próprias modelos em suas casas, e somente com elas (sem equipe e nem nada, para seguir as recomendações de isolamento social). 


A exemplo da Zara, a Jacquemus também seguiu nesta linha: está fazendo editoriais remotamente, com direção de arte e fotos feitas através do Facetime. 


O que será da moda pós-pandemia?


Nada será como antes, e isso é um fato. O Coronavírus chegou para trazer algumas mudanças em todo o mundo, e também no cenário da moda. A gente não tem certeza de nada. Mas fazemos uma aposta: conscientização, sustentabilidade e reinvenção serão as palavras-chaves do novo dicionário da moda. Elas já existem, mas depois que tudo isso passar, mais do que nunca, acreditamos que elas serão colocadas realmente em prática.


Por exemplo: a compra por impulso, a procura por marcas internacionais, a ostentação exagerada e o consumo como fonte de prazer e felicidade obviamente serão revistos e repensados.


“Afinal, por que e pra que eu realmente preciso disso?” É com certeza um questionamento que tomará a maioria da cabeça das pessoas na hora de realizar compras.


As pessoas estão e vão continuar (mais) a expandir a sua consciência, percebendo que não precisam de tudo o que têm no guarda-roupa; e nem de tudo o que querem ou pretendem comprar. O pós-pandemia no mundo da moda virá acompanhado daquele momento desafiador, mas mais do que necessário: tirar o ‘supérfluo’ do vocabulário.


E você, o que acha disso? Concorda com essas afirmações de que “tudo vai mudar”? Gostou das dicas e explicações da nossa visão sobre o mundo da moda e o Coronavírus?


Temos muito mais dicas e informações como essas em nossas redes sociais. Siga nosso Instagram e veja tudo lá. Quer conferir novidades e peças da estação da Julia’s? Acesse nosso site e conheça as opções em casacos, jaquetas, calças, parkas, capas, e muito mais!

CONFIRA MAIS

NOTÍCIAS

pessoanews

FIQUE POR DENTRO

NEWS

Cadastre-se para receber informativo com todas as nossas novidades e notícias sobre estilo e tendencia