CONFIRA NOSSO

BLOG

MUNDO DA MODA

A influência de Madonna no mundo da moda

blog_int

Aos 60 anos, a eterna rainha do pop continua lançando tendências. Sempre se reinventando, Madonna é uma das figuras mais icônicas vivas atualmente e tem grande influência em muito do que vemos no mundo da moda. Além de mudar a cara do pop, Madonna também lançou tendências. Nos anos 1980, seu look era montado com laçarotes, camisas cropped, leggings diversos, luvas de renda, crucifixos, colares e pulseiras extravagantes, e cabelos armado com muito laquê. Basicamente tudo o que vemos atualmente, nas ruas, é reflexo de uma cultura muito influenciada pela diva do pop.

Quando lançou o álbum “True Blue”, por exemplo, a cantora era outra de novo. Agora com cabelos curtos e platinados (tendência que está de volta com tudo) e sobrancelhas bem grossas (você já deve ter visto alguma matéria por aí falando sobre a tendência das sobrancelhas naturais), Madonna novamente virava pauta em milhares de revistas e programas de televisão e tudo o que usava ia para as ruas pouco depois. Suas camisetas lisas com frases debochadas escritas eram tendência na época, e adivinha: ainda são referência para muitas peças que vemos hoje em lojas populares.

Ou seja: Madonna é referência (e muito!) no mundo da moda. Abaixo, elencamos, além destas, algumas das tendências que a rainha pop ajudou a construir. Venha com a gente conhecer um pouco mais do universo dessa mulher tão importante as próximas gerações.

Referência no movimento punk

Com sua estreia em 1982, Madonna já foi influência logo nos primeiros anos de carreira, principalmente para as mulheres do movimento punk, iniciado nos anos 70. Lenços na cabeça, colares e crucifixos, roupas pretas e ousadas, croppeds, meias-calças, botas de cano longo, saias de prega e, claro, os sutiãs em cone. Quem é capaz de negar a enorme influência da diva em muitas das tendências que até hoje se identificam com o movimento punk?



Desde a meia-calça arrastão, novamente nas passarelas e nas ruas, a blusa de telinha, o sutiã usado como top e não apenas como roupa íntima... Todo um referencial vindo da imagem de uma única pessoa que, com seu jeito despojado e único, conquistou não apenas fãs por conta de sua música, mas também por seu jeito de ser e de se vestir. E se o que vestimos é um pouco do que somos, quem nunca quis ser a Madonna, não é?

O famoso sutiã em formato de cone

Uma das heranças de Madonna ao mundo da moda foi a parceria com o estilista francês Jean Paul Gaultier, de onde nasceu o icônico corset com sutiã em formato de cone, que a cantora usou pela primeira vez em 1990 durante sua turnê. Apesar de não ser uma tendência tão popular, devido à sua excentricidade, foi o que tornou a diva pop a pura representação de sex appeal da época, assim como Marilyn Monroe antes dela.

Mais do que moda, comportamento

Falar de moda é importante, mas Madonna foi além. Ela influenciou o comportamento e a forma de pensar de milhares de meninas ao redor do mundo. Com seu jeito transgressor, muitas vezes alvo de críticas, Madonna transitou por muitas fases durante sua vida, tornando fácil que qualquer uma se identificasse, em algum ponto, com ela. E essa identificação atuou de muitas formas: na moda, no comportamento, no pensamento e na atitude. Por nunca ter deixado de ser quem é e representar muito ao mundo do pop, a cantora nunca deixou de ser referência, mesmo nos dias de hoje.

Incrível como a moda está tão presente no nosso dia a dia, além do que só nas roupas que vestimos, não é mesmo?

CONFIRA MAIS

NOTÍCIAS

pessoanews

FIQUE POR DENTRO

NEWS

Cadastre-se para receber informativo com todas as nossas novidades e notícias sobre estilo e tendencia