CONFIRA NOSSO

BLOG

MUNDO DA MODA

A história da moda: entenda algumas transformações

30/07/2019
blog_int

Inspiração, expressão, tendência, estilo de vida: assim podemos definir o que a moda significa para os amantes desse mundo. Entretanto, saiba que muito antes de possuirmos qualquer peça ou de escolher da prateleira aquela blusa que mais amamos, muitas pessoas deram duro para que elas pudessem existirem e estarem às nossas mãos, ali, nesse exato momento.


Ou seja: a compra é apenas um passo de tantos que são realizados ao longo de uma grande jornada que envolve diversos personagens, cenários, momentos e épocas.


A influência da história da moda na moda atual


Para entender a moda e a sua influência é necessário voltar um pouco na história. A moda passou por várias etapas ao longo da sua história, e poderíamos ficar ditando todos os acontecimentos e pessoas que marcaram esse período. Entretanto, alguns marcos são essenciais para conhecermos a moda como ela é, hoje, marcando décadas, influenciando grandes artistas e a cultura.


- A Primeira Guerra Mundial e as roupas femininas: conforto era a palavra-chave da época. Obrigadas a trabalhar, as mulheres optavam por roupas práticas e confortáveis. Outra transformação no vestuário feminino foi o encurtamento das saias até os tornozelos, por conta da falta de tecido para a confecção de roupas. Os chapéus também reduziram de tamanho. O estilo conhecido como “clochê” se popularizou. Você pode ler mais sobre a influência da Primeira Guerra Mundial na moda clicando aqui.


- Chanel e sua importância para a história: anos 1920 não são os mesmos sem falarmos de Gabrielle Bonheur Chanel, a estilista símbolo da mulher moderna que ditava moda, tendências e era referência no mundo da moda. Em 1919, Coco Chanel criou o “black dress”, um vestido preto de crepe com mangas compridas e justas. A ousadia se deu através da cor do vestido, que na época o preto era pouco utilizado. A simplicidade e o uso de tecidos utilitários estão relacionadas às peças de Chanel, que conheceu o sucesso internacional na década de 1930, conquistado com a ajuda de atrizes famosas de Hollywood, que passaram a ser vistas usando os seus modelos.


- Estilistas e a 2ª Guerra Mundial: a Segunda Guerra Mundial também trouxe consequências para a moda. Na Europa, berço de grandes estilistas, muitos estabelecimentos fecharam as portas. Influenciado pelos uniformes dos soldados, o vestuário feminino passou a contar com roupas e calçados mais sóbrios e pesados. Fibras sintéticas e viscose assumiram o lugar antes ocupado por tecidos refinados. 


- O império Dior: outro nome que se destacou no pós-guerra foi Christian Dior, dono do império de luxo. O lançamento da coleção “Carrole”, em 1947, marcou a história da moda. A coleção apresentou saias na altura do tornozelo, vestidos volumosos, saias rodadas, ombros à mostra e modelos com a cintura definida. O estilo de Dior, que utilizava tecidos extravagantes, contrastava com a elegância e simplicidade de Chanel.


- O estilo de Elvis Presley: o cantor norte-americano marcou a década de 1960. É um período onde lembramos muito de couro, jeans e grandes topetes. Atores hollywoodianos, como James Dean e Marlon Brando, eram referências no quesito estilo. É impossível não lembrar também da influência dos Beatles com suas roupas elegantes, como calças de boca fina e jaquetas de gola.


- Emílio Pucci: “o príncipe das estampas”: surgiu na década de 1960, com suas peças coloridas de inspiração psicodélica que marcaram a época e até hoje são conhecidas e amadas no mundo da moda. Para saber mais sobre o príncipe das estampas, clique aqui.


A atual influência que a moda causa


Mudanças ocorrem a todo momento: de casa, de carro, de amores, de vida, de roupas, e com o mundo da moda, isso não seria diferente. A única coisa que conecta uma mudança a outra é a tecnologia, que muda relações e a forma como consumimos. Além disso, a tecnologia aliada às mudanças e ao mundo da moda é capaz de, a cada segundo, ditar novas tendências.


Para se ter uma noção, hoje, quem dita muitas regras de tendência é o Instagram. Ok, não Instagram em si, mas todos que vivem esse universo da moda dentro dessa rede social, principalmente as chamadas influencers digitais. Por exemplo: se uma delas usar uma calça e ditar que está sendo tendência, todas as pessoas atingidas vão consumir esse conteúdo, gostando ou não, vão entender que a peça x é a peça do momento.


Além disso, a influência da moda de épocas atrás revive as atuais tendências de momentos e períodos passados, trazendo nostalgia através das releituras de peças, valorizando técnicas artesanais. Um exemplo disso, hoje, são as peças em alta utilizadas nos anos 80, como o balonê, o neon e o metalizado.


Assim sendo, as marcas buscam cada vez mais no passado uma forma de influenciar a moda atual e apresentar peças reformuladas, mas com o mesmo toque especial que era usado em épocas passadas. E a Julia’s Closet, sempre antenada no mundo da moda e das tendências, também aposta nessas influências através de seus casacos, que fazem parte de tendências antigas mas que também ditam novas tendências para fazer parte de uma história da moda futuramente. Para conferir mais sobre os casacos, acesse aqui!

CONFIRA MAIS

NOTÍCIAS

pessoanews

FIQUE POR DENTRO

NEWS

Cadastre-se para receber informativo com todas as nossas novidades e notícias sobre estilo e tendencia